quarta-feira, 20 de abril de 2011

O Primo Basílio - Comércio

A turma de Comércio trabalhou com a obra de Eça de Queiros. O projeto desenvolvido pelos alunos apresenta paródia, uma filmagem, uma esquete e uma história em quadrinhos para fazer uma releitura deste clássico literário.

A obra conta a história de Luísa, jovem sonhadora e ociosa da sociedade lisboeta, que acaba envolvida por Basílio, seu primo, com quem se reencontra, após anos de distância. Achando-a sozinha, já que Jorge, o marido, viajara a negócios, Basílio serve-se de sedução e galanteios, até levá-la a se envolver profundamente consigo, tornando-se sua amante. Juliana, a criada, descobre a corres­pondência trocada por ambos e chantageia a patroa.



O Primo Basílio é um romance, publicado em 1878, que constitui uma análise da família burguesa urbana no século XIX.O autor, que já criticara a província em O Crime do Padre Amaro, volta-se agora para a cidade, a fim de sondar e analisar as mesmas mazelas, desta vez na capital: para tanto, enfoca um lar burguês aparentemente feliz e perfeito, mas com bases falsas e igualmente podres. A criação dessas personagens denuncia e acentua o compromisso de O Primo Basílio com o seu tempo: a obra deve funcionar como arma de combate social. A burguesia - principal consumidora dos romances nessa época - deveria ver-se no romance e nele encontrar seus defeitos analisados objetivamente, para, assim, poder alterar seu comportamento.As personagens podem ser consideradas o protótipo da futilidade, da ociosidade daquela sociedade.

video

Nenhum comentário:

Postar um comentário